Notícias
Produtores rurais participam do Seminário de Arroz e Grãos

23/08/2022 17h42

Lagoa da Confusão: Produtores rurais participam do 10º Seminário de Arroz e 1º Seminário de Grãos

O Tocantins é hoje o terceiro maior produtor de arroz do Brasil, ficando atrás somente do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Dados da CONAB apontam que na safra 2020/2021, foram cultivados 111,2 mil hectares, com produção de 636,2 mil toneladas de arroz. Na região do Vale do Araguaia, Lagoa da Confusão está em primeiro lugar na produção do cereal e em nível nacional se encontra no 59º lugar, no ranking do MAPA, entre as cidades ricas do agronegócio.

Buscando estimular a produtividade e rentabilidade nessa cultura e também de outras que estão se destacando na região, o Sistema FAET/Senar, o SINDIATO e o Sindicato Rural de Lagoa da Confusão promoveram o 10º Seminário de Arroz e o 1º Seminário de Grãos do munícipio. Foram três dias de programação que reuniu 13 palestras com temas importantes para o produtor rural como a otimização de fertilizantes, perspectivas do clima, seguro rural para grãos, manejo inteligente das plantas daninhas, mercado do arroz, entre outros.

A palestra “Perspectivas do clima para safra 2022/2023 e tendências para os próximos 15 anos”, com o professor Luiz Carlos Molion, foi uma das mais aguardadas no evento. O palestrante é metereologista, pesquisador e é considerado a maior autoridade brasileira em matéria de clima. “A palestra esclareceu muito sobre o fenômeno la niña, agora teremos um posicionamento melhor sobre o plantio, se vamos começar mais cedo ou adiar”, pontuou o produtor rural Luiz Felipe Ceolin. Já o produtor João Carlos da Costa parabenizou o evento como um todo. “Muitas vezes nós nos dedicamos muito no nosso negócio e não conseguimos dedicar um tempinho para essa atualização e modernização, ou as vezes temos que ir para fora, mas esse evento veio de encontro a nossa necessidade”, afirmou.

O seminário reuniu cerca de 350 pessoas, incluindo produtores, estudantes de ciências agrárias e empresários do setor. O presidente do SINDIATO, Carlos Suzana, relembrou que “desde o primeiro contato a entidade se colocou à disposição na realização do evento e afirmou que a parceria entre as entidades será fundamental de agora pra frente”. O superintende da FAET, Fred Sodré, destacou que o sistema está empenhado em levar tecnologia e conhecimento desde o pequeno ao grande produtor rural do Tocantins.